• SIGA O JUSCELINO NAS REDES

Ciclovia de plástico reciclado é inaugurada no México

Feita com quase uma tonelada de lixo plástico, modelo de ciclovia ainda armazena água da chuva.

Uma ciclovia modular e pré-fabricada acaba de ser inaugurada no Parque Florestal de Chapultepec, na Cidade do México. O modelo é feito com resíduos plásticos pós-consumo, cujo design inteligente oferece ainda drenagem e armazenamento de água pluvial.

Os plásticos reaproveitados na construção da ciclovia seriam descartados ou incinerados. Outra vantagem é que se o material se desgasta, pode ser reciclado novamente criando uma vida útil cíclica.

A ciclovia da empresa PlasticRoad foi desenvolvida na Holanda, onde dois pilotos já foram inaugurados. “Após mais de dois anos de uso monitorado e desenvolvimento contínuo para aplicações industriais, a ciclovia foi instalada no terceiro local, na Cidade do México”, afirma a companhia.

Para Eric Kievit, Diretor Administrativo da PlasticRoad, o novo projeto é uma oportunidade de testar o produto sob um conjunto diferente de condições climáticas.

A instalação no México é uma parceria entre a PlasticRoad, Orbia, Secretaria de Mobilidade da Cidade do México (SEMOVI) e Secretaria de Meio Ambiente da Cidade do México (SEDEMA).

Ciclovia de plástico reciclado

O primeiro piloto da PlasticRoad na América Latina foi feito com quase uma tonelada de lixo plástico, equivalente a meio milhão de tampas de garrafas plásticas. Se o material fosse adotado largamente, poderia ajudar a frear o descarte inadequado de plástico, que inunda nossos oceanos.

Já a função de armazenar água da chuva contribui para evitar inundações, o que é muito comum no México. “Com precipitação anual recorde de mais de 54 milhões de metros cúbicos, os problemas de gestão da água na Cidade do México têm impactos na disponibilidade de água potável e na qualidade de vida dos cidadãos”, explica a empresa em comunicado à imprensa.

“Na Cidade do México, apoiamos iniciativas que melhoram a mobilidade urbana sustentável, que ajudam a melhorar a forma como as pessoas se movem, mas também protegem o meio ambiente. Isso tem a ver principalmente com infraestrutura ciclável e com eletromobilidade: neste caso, a instalação de uma ciclovia infiltrativa que melhora o atendimento ao cidadão ao reduzir a probabilidade de inundações, a necessidade de manutenção e de poder dar às pessoas uma viagem mais confortável e segura”, afirma Andres Lajous, secretário da SEMOVI.

Alinhado ao propósito ecológico, o local de instalação escolhido foi o Bosque de Chapultepec que abriga mais de 1.695 acres naturais de acesso público.

“A forma como nos relacionamos com a cidade requer a unificação de nossas agendas de desenvolvimento urbano, meio ambiente, mobilidade e mudança climática para lançar iniciativas locais que proporcionem múltiplos benefícios aos cidadãos. A PlasticRoad é mais um esforço que se alinha ao nosso compromisso de resgatar o Bosque de Chapultepec e de caminhar rumo a uma cidade mais sustentável”, diz Marina Robles García, chefe da SEDEMA.

O próximo passo será lançar a ciclovia de plástico reciclado, comercialmente, no mercado holandês nos próximos meses.

Por Ciclovivo

0 Comentários

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.

 

Inscreva-se

Receba as últimas notícias do Blog do Juscelino


Inscreva-se

Receba as últimas notícias do Blog do Juscelino