• SIGA O JUSCELINO NAS REDES

Com pequeno quintal, italiano produz sua comida há 9 meses

Enquanto muitas pessoas passaram a ir ao mercado para estocar comida e outros itens durante a pandemia, Alessandro Vitale fez o caminho contrário. O italiano, que vive em Londres há 6 anos, decidiu transformar um pequeno espaço ao ar livre em uma horta doméstica e, há 9 meses, deixou de sair para comprar muitos alimentos.

Alessandro é um tatuador de 29 anos que sempre gostou de plantar. Quando não tinha nenhum espaço para o cultivo, ele mantinha pelo menos uma pimenteira e hortelã nas janelas.

Foto: Reprodução YouTube | SpicyMoustache

E então, no ano passado, ele se mudou para um apartamento com uma área externa compartilhada. Justo quando a pandemia impôs isolamento social e mais tempo em casa. A ocasião foi perfeita para que ele transformasse metade de uma área de 8 x 5 metros em uma horta caseira.

Alessandro usou a criatividade e fez um verdadeiro refúgio verde particular. Com garrafas de água descartadas, criou um jardim vertical para plantar ervas e temperos, instalou canteiros e construiu uma pequena estufa. Já na sua primeira colheita, os resultados impressionaram: 30 tipos diferentes de vegetais, incluindo cenouras, alho, brócolis, repolho, couve-flor, erva-doce e alho-poro.

Foto: SWNS

Com apenas 6 pés cultivados, o tatuador colheu cerca de 35kg de tomates. As pimentas, paixão antiga de Alessandro, também tiveram uma boa safra na horta caseira: foram 10 quilos, entre diferentes tipos.

Preocupado com a saúde e com o meio ambiente, Alessandro cuida da sua horta de forma 100% orgânica. Usa folhas de urtiga que colhe em um parque próximo para fazer pesticida e babosa que ele mesmo planta para fazer fertilizantes.

Foto: SWNS

Todo este conhecimento e jeito com as plantas tem uma explicação. Quando criança, o tatuador acompanhava o seu avô, que também era apaixonado por jardinagem e por pimentas. “Me lembro ir com meu avô cuidar da horta. Meu avô importava sementes de várias partes do mundo para plantar pimentas e quando era época de colheita, os olhos se enchiam de lágrimas com o cheiro forte”, relembra.

“Desde então a conexão com a natureza e a jardinagem são minhas paixões e isso virou um hobby para mim”, explica Alessandro.

Foto: Reprodução YouTube | SpicyMoustache

Se o avô ensinou os segredos das plantas, a avó italiana ensinou receitas nas quais ele usa o que produz. O tatuador conta que trabalha 45 horas por semana, mas que reserva algumas horas por dia para a sua horta e cozinha. Para compartilhar o que aprendeu com os avós e o que descobriu durante este tempo, Alessandro tem um canal no YouTube, o SpicyMoustache, onde dá dicas e estimula as pessoas criarem seus refúgios verdes dentro das grandes cidades.

Por Ciclovivo

YOU MIGHT ALSO LIKE

0 Comentários

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.

 

Inscreva-se

Receba as últimas notícias do Blog do Juscelino


Inscreva-se

Receba as últimas notícias do Blog do Juscelino